Eventos do Instituto Federal do Espírito Santo, I Simpósio de Pesquisa em Educação em Ciências do Espírito Santo

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

USO DO CELULAR EM ESPAÇOS DE APRENDIZAGEM NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL II

George Bassul Areias, Isaura Alcina Martins Nobre, Marize Lyra Silva Passos

Última alteração: 2017-06-09

Resumo


Os dispositivos móveis potencializam a aprendizagem por apresentarem recursos instantâneos, pessoais, portáteis, colaborativos, interativos e situados, já que o acesso aos conteúdos pode ocorrer em qualquer lugar a qualquer momento, servindo de apoio às aprendizagens formal e informal, favorecendo novas formas de se oferecer educação. Nesse contexto, este trabalho visa analisar e propor práticas pedagógicas, tendo o celular como principal recurso didático em espaços de aprendizagem no contexto do Ensino Fundamental II de uma escola estadual no município de Piúma, a partir dos pressupostos da aprendizagem móvel apresentada pela UNESCO (2014), da utilização de espaços formais e não formais de aprendizagem por Gohn (2009) e da mediação pedagógica de Vygotsky (2007). Quanto à metodologia, esta pesquisa se caracteriza por qualitativa do tipo exploratória descritiva, utilizando, dentre as técnicas para coleta de dados, a observação participante e a aplicação de questionários. Entre os resultados alcançados, propor atividades com do uso de celular como recurso didático em espaços de aprendizagem; elaborar junto ao professor de Geografia uma sequência didática voltada a potencializar o uso do celular no contexto do ensino fundamental II no município de Piúma; e analisar a percepção dos alunos e do professor acerca do uso do celular, bem como promover reflexões sobre a importância do ensino e aprendizagem da ocupação e transformação dos espaços geográficos no município de Piúma. Além disso, a pesquisa pretende elaborar como produto educacional um site com as discussões realizadas durante a pesquisa.